One ring to rule them all…

Tem uma colega de trabalho que chegou aqui hoje e deu um faniquito porque tirou a aliança de noivado pra dormir e esqueceu em casa…

Ela DEIXOU DE ALMOÇAR pra ir em casa pegar a aliança. E agora tá aqui reclamando de fome.

Alguém me explica isso?

Maria…

Tem um episódio do Friends onde o Chandler é membro de uma academia de ginástica, mas não a frequenta há meses. Ross pergunta: “Então porque você não cancela?”

Chandler: Você acha que eu não tentei? Acha que eu gosto de ter 50 dólares removidos da minha conta bancária todo mês? Não, eles te fazem ir até lá! E aí usam todas as frases e firulas para te confundir! E aí trazem a Maria.
Ross: Quem é Maria?
Chandler: Ah, Maria. Você não consegue dizer não a ela. Ela é como um “suborno” embrulhado em lycra e spandex…

Maria era um mulherão da academia. Mais tarde, no episódio, Ross vai com o Chandler para dar “apoio moral” e ele conseguir cancelar sua inscrição… mas acaba é se inscrevendo com ele.

Há duas semanas, resolvi mudar meus hábitos alimentares para ver se conseguia emagrecer um pouco. Tentei segurar a onda nas frituras e doces com (relativo) sucesso durante a semana. No sábado e domingo, era liberado.

Há 2 dias atrás, subi na balança pra ver o resultado. Engordei dois quilos…

E cheguei a conclusão que só vai rolar de emagrecer se eu fizer uma coisa que eu odeio: exercícios. Hoje, na hora do almoço, fui até uma academia perto do serviço. Chegando lá, andei até a recepção, bati o olho na recepcionista… e ela era uma das mulheres mais atraentes que já vi em toda a minha vida. E olha que em 23 anos de vida deu pra ver muuuitas mulheres.

E a danada da mulher começou a me mostrar os planos e opções de ginástica, spinning pra cá, body combat pra lá, e eu bem que tentava mas não conseguia prestar atenção em coisa nenhuma. Foi como se você nunca tivesse visto, por exemplo, a Ana Paula Arósio e de repente desse de cara com ela na recepção. E como é típico de gente muito vaidosa e/ou autoconfiante, ela falava sem tirar os olhos dos meus, e olhar de volta era levar um tapa na cara de beleza feminina perfeitamente aconchegada em um corpaço malhado debaixo de um agasalho de ginástica… em outras palavras, eu mal conseguia olhar de tão bonita, de tão estupefaciantemente bonita que a diaba da mulher era. Eu juro procês: se um gay vir essa mulher nua, ele é convertido de volta na hora. Garantido 🙂

Já descobri a cura pra minha preguiça de malhar: nos dias em que der desânimo é só lembrar dela. Eu vou acabar indo à academia só pra poder passar os olhos mais uma vez naquela prova cabal de que Deus é o melhor designer do universo…

Cantores que precisam de tratamento fonoaudiológico

Anderson (do grupo Molejo) – Esse não podia faltar de jeito nenhum. Anderson tem um sério problema na garganta que faz com que sua voz fique extremamente metálica, anasalada e totalmente insuportável. Além disso, ele também tem um sério problema de fonética, provavelmente causado por aquele dente encavalado, que torna a pronúncia de algumas palavras um verdadeiro desafio, principalmente para o cérebro de um pagodeiro…

Cássia Eller – Bom, essa história de ser gilete dá uma mistura meio caótica de testosterona e estrogênio, fazendo com que uma pessoa de sexo indefinido acabe ficando indefinida até na voz; sou homem? Mulher? Botinha? Gilete? Enquanto nada é decidido, a voz fica lá, meio rouca, meio aguda, meio grave, meia-boca…

Humor Estúpido

Ontem, no estacionamento do serviço, ouvi, pela centésima quadragésima nona vez, a seguinte piada:

– Ô Tonico!! Cê é irmão do Tinoco? Hehehehe… tem uma dupla com esse nome, né? Tonico e Tinoco…

Além disso, todo fim de mês tem festinha pros aniversariantes, com salgadinhos, etc. E tem um cara daqui que tem fama de comilão e tal… é o André. . E toda festa, sem exceção, rolam exatamente as mesmas piadas com ele, mesmo depois dele ter feito um puta regime, perdido 10 quilos e mudado completamente os hábitos alimentares:

– Nó, tenho que comer aqui rápido antes que o André chegue! Hahahaha!
– Caalma, André, respira… hahahaha!
– Nóó cuidado!! O André tá perto da bandeja de coxinha!! Vai destruir tudo! Hahahahah…

E os caras riem como se fosse novidade. Eles realmente devem ter uma vida muito sem-graça.

Piada Nerd

Um cara entrou aqui na sala, virou pra mim e, apontando para o próprio cabelo, disse:

– Tinoco, nesse caso é melhor BRANCO do que NULL, não acha?

(Se você não conhece SQL, caro leitor, não vai entender a piada. E isso é bom.)

Cantores que precisam de tratamento fonoaudiológico

Mais uma série no Primo!

Hoje teremos três excelentes amostras de cantores seriamente doentes:

Shaggy – Shaggy é um caso típico de “adenóide”, por isso fala tudo com um tom anasalado altamente irritante. Além do mais, alguém que canta coisas como “Da Mista Lóva Lóva” e “Oh uôna shô da neichon má aphrischiêichon”, quando não está dando gemidos completamente incompreensíveis, tem um sério problema de dicção.

Macy Gray – Macy mostra que pessoas com uma voz que só pode ser definida como “voz de véia rouca de 80 anos sem dentes e no meio de uma crise de amigdalite” pode fazer muito sucesso. O mais legal é que quando ela arrisca uns agudos e a voz falha, isso é tido como o “estilo” dela. Ah, faça-me o favor!!!

Bee Gees – Esta banda dos irmãos Gibb descobriu uma técnica vocal chamada falsetto, o nosso “falsete”, e evoluíram-na até uma forma avançada e altamente elaborada. Chama-se “falsa”. Tenha dó: qualquer menino de sete anos fazendo voz de mulherzinha para zoar os amigos canta melhor que os irmãos Gibb.