Chique no úrtimo

Ontem no MSN a Luiza disse pra mim:

“O importante é que você é um cara chique que vive no aeroporto”…

Realmente. Deixa eu contar pra vocês como é ser um cara “chique”.

As pessoas sofisticadas como eu já começam o dia de terno, às 5:30 da manhã. Felizes e com um sorriso radiante no rosto, digno de uma capa de revista Caras, nós nos dirigimos até o aeroporto. Aqui em Belo Horizonte a coisa é mais chique ainda, porque o aeroporto fica nos arredores da cidade vizinha de uma cidade próxima, portanto o “dirigir-se ao aeroporto” se estende por quase uma hora.

Outra coisa que é super chique é ter problemas pra embarcar. O executivo de verdade não é aquele que faz o check-in e embarca sem problemas. Tem que passar raiva no balcão, xingar, perder vôo, sair correndo pelo saguão do aeroporto e tudo o mais. Hoje é a segunda vez que embarco pra São Paulo; da primeira tive vários problemas pra fazer a reserva e, quando cheguei no aeroporto, ela ainda estava errada e quase não voei.

Quanto à hoje, bem, se eu tivesse embarcado sem problemas eu não estaria aqui na sala de embarque escrevendo este post…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *