Post de natal

Não, este ano não vai dar tempo de fazer um novo. Então vou reciclar um post que fiz em 2005 mas que continua pertinente, e que falava de uma antiga campanha que levantei…

Daqui a algumas horas as pessoas vão começar a rotina natalina: se empanturrar na ceia, trocar “lembrancinhas” e tal. Eu já não estou tão “xiita” quanto antes em relação aos costumes natalinos, mas continuo achando a forma de comemorar o natal muito ridícula.

Os argumentos são velhos conhecidos: O consumismo da época, a simbologia que é usada no hemisfério norte (neve, pinheiros, etc) e que fica patética sendo usada no clima tropical do Brasil, a onda de boa-vontade assistencialista que dura só um dia, e tudo o mais.

Mas eu estou mais velho e já não fico mais batendo boca com os outros por causa disso – afinal, eu não vou mudar o mundo mesmo. Por isso, ao invés de ficar só reclamando, vou sugerir uma outra coisa para a noite de natal: dar os parabéns ao aniversariante.

Na noite de natal, tire dois minutos do seu tempo para rezar. Lembre-se do cara honrado que foi Jesus, e que este dia existe é por causa dele, não do Papai Noel. Feche os olhos por pelo menos uns instantes e tente encontrar um pedaço de Deus dentro de você – porque rezar é isso.

Uma boa oração vale muito mais do que você imagina.

E feliz natal para quem leu este post. Feliz natal para vocês, leitores…

2 thoughts on “Post de natal”

  1. A bem da verdade esse dia existe pois a Igreja Católica adotou a festa pagã de renascimento do Sol (solstício de inverno no Hemisfério Norte) como parte de seu calendário.

    Não duvido que Jesus Cristo tenha passado pela terra, acho que ele veio e que ele era O CARA… mas o “aniversário” dele não tem nada a ver com o dia 25.

    Feliz Natal e muitas conquistas na cidade cinza em 2008 JC

  2. De que Jesus você está falando? De um “cara” da esquina? Mais respeito com Jesus, dê mais reverência e Ele se O considera o filho de Deus.

    O natal comumente fesejado pela Igreja Católica não tem nada a ver com esse consumismo exacerbado. O natal celebrado pelas lojas e shoppings do Brasil, foi trazido pelos protestantes norte-americanos.

    Depois alguns ainda falam mal do natal ¬¬

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *