Frio familiar

Ontem foi a madrugada mais fria do ano aqui em Belo Horizonte, 12 graus, segundo os jornais. É tempo de todos ficarem dizendo uns para os outros: “tá frio hein!”, como se ninguém estivesse percebendo e precisasse ser avisado.

Na foto abaixo eu estou no terraço daqui de casa, vendo a cidade. Eu sou o da esquerda.

Lá fora ventava e a sensação térmica (o mais novo brinquedo da imprensa para maquiar números) devia ser de uns 8 graus. Mas isso não me incomoda. Obviamente eu não fico lá muito mais que cinco minutos, mas mesmo assim o frio não me deixa assim tão desconfortável.

Acho que sempre gostei do frio. Primeiro, por uma razão técnica: é muito mais fácil se aquecer no frio do que se resfriar no calor. É mais fácil manter o calor imóvel e próximo ao seu corpo (usando uma blusa, por exemplo) do que fazê-lo se mover pra longe de você.

Segundo, por uma razão que eu não sei explicar. Quando eu saio no terraço e o vento gelado me envolve, eu não bato os dentes ou tento abraçar a mim mesmo ou fico sussurando “nussa que frio”. Pelo contrário, eu até deixo que ele me envolva. É como se aquilo tivesse alguma coisa a ver comigo; quando a temperatura baixa, no fundo alguma coisa parece melhor, mais feliz até…

…o frio me passa uma sensação familiar.

4 thoughts on “Frio familiar”

  1. Eh, sei lá… aqui em SP tá beeeem frio. Eu sempre gostei de frio, como o Zé, mas é basicamente porq moramos em BH, clima ameno e tal. Nunca houve frio que eu precisasse mudar o único cobertor q eu durmo, por exemplo. Queria ver o Zé HOMEM assim versus um frio mais barra-pesada, hehehe.

    E q história é essa de sensação térmica (ventos e tal) ser maquiagem de números?? É a realidade, uai…

  2. Sensação térmica é coisa nova da moda. É como “ovacionar”. Antes, todo mundo era aplaudido. Agora são “ovacionados”. Nhé.

  3. Se for olhar em termos de expressões da moda, tudo bem, é um saco: “a nivel de”, “vou estar fazendo” e gerundismos similares… tem muitos exemplos q aparecem todo dia.

    Sensação térmica é uma expressão gasta, mas está certa, fazer o q… não podemos dizer q isso é maquiagem de números.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *