Jornalismo “mundo cão” rumo à extinção

Clap, clap, clap. Finalmente uma notícia boa. Pena que o móvel de tudo foi o dinheiro e não o governo ou a sociedade.

É nessas horas que eu cruzo os dedos e rezo baixinho: “Próximo passo: Programas vespertinos de fofoca”…

2 thoughts on “Jornalismo “mundo cão” rumo à extinção”

  1. Doido… agora, quem faz a programação da nossa TV é o nosso povo. Temos o que merecemos.
    Eu nem me preocupo com os vespertinos, sejam de fofoca ou de mundo cão.
    O foda é ver nos horários mais nobres da noite o circuito: novela-galisteu-gimenez-gilberto barros-ratinho-outras porcarias.
    Vamos tentar prestigiar, na TV aberta, a TV cultura e a TV Horizonte.

  2. Falou bem, tentar… Porque a programação é paitcha cultural e etc, mas nem sempre, cultural significa interessante. Dai haja saco pra não trocar de canal.
    TV aberta, pra mim resume-se a: noticiario (previamente selecionado, leia-se: não é qqr um, por exemplo, Boris Casoy é lixo) e esportes (futebol, Formula 1, Formula Indy). Nem filmes não rola, porque dublagem, ninguém merece…
    TV Fechada, mais conteudo, mais canais pra trocar. Não nos iludamos q também é maravilha, pq não é lá essas coisas…
    Poxa essa discussão era boa pra lista…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *